Translate

sábado, 3 de março de 2012

Feijão Azuki

Feijão Azuki
Por Alexandre Pimentel O feijão azuki, originário do Japão, é uma leguminosa selvagem, pequena e vermelha. Ele agrada e chama a atenção pela beleza! Sua introdução na Europa se deu após o século XX, depois de ter sido levado pelos emigrantes japoneses para o Brasil. É um grão muito divulgado pela escola macrobiótica, de grande valor nutricional, pois é rico em proteínas, fósforo, cálcio, ferro, potássio, zinco, fibras solúveis e vitaminas do complexo B. Além das propriedades diuréticas, este feijão fermenta menos do que os outros, auxilia na formação óssea, fortifica e regenera rins cansados, sendo indicado para disfunções renais, hipertensão e diabetes. Na forma germinada é um primor em propriedades nutracêuticas! O azuki é alimento especialíssimo para o público diabético. Os japoneses utilizam o azuki na preparação de doces com sabor suave. Na alimentação vegetariana é o ingrediente principal de feijoadas, por ser leve e saudável. No capítulo sobre preparos de leguminosas apresento ótimas receitas com o azuki que também é usado na preparação de sopas e saladas. O consumo de arroz integral com feijão azuki fornece ao organismo uma combinação protéica completa em aminoácidos. Antes do preparo, este feijão dispensa o ato de ser deixado de molho e cozinha rapidamente. Na única vez que o deixei de molho ele perdeu a cor e o sabor! Devemos cozinhá-lo, preferencialmente na panela de pressão, por média de 25 ou 30 minutos, somente com temperos, sem sal. O sal e o óleo devem ser adicionados após o cozimento. Com este alimento também se pode preparar uma infusão particularmente indicada para fortalecer os rins, a bexiga e os órgãos reprodutores; ajudando ainda a lidar com casos de obstipação e a eliminar o excesso de produtos animais. Para preparar esta bebida deve-se colocar um quilo de azuki num tacho, juntamente com uma tira de alga kombu e adicionar quatro litros de água. Depois de levantar fervura, baixe a chama para o mínimo e deixe o líquido borbulhar durante cerca de meia hora. No final, coe e beba quente. Se desejar, após ter coado adicione meio quilo de nabo ou rabanete ralados e obeterá uma variante desta infusão indicada para dissolver cálculos renais. Atualmente, o feijão azuki é um produto relativamente fácil de encontrar em lojas de produtos naturais e até em alguns hipermercados. Importante sempre o procurarmos na forma orgânica. Veja no capítulo de alimentação viva como produzir brotos super nutritivos a partir do azuki. O Correto Preparo Depois de muitos anos cozinhando, degustando e pesquisando sobre alimentos, aprendi que o feijão azuki, acredito também o feijão arroz, é a melhor de todas as leguminosas. Seu cozimento é muito rápido e praticamente não fermenta quando ingerido. A ele são atribuídas várias propriedades terapêuticas. Cada grão de azuki é uma cápsula de equilíbrio. Vamos prepará-lo juntos ? Particularmente abro exceção para o azuki e não o deixo de molho. Mesmo assim ele cozinha em 20 minutos na panela de pressão, ficando muito saboroso quando preparado com bardana: 2 e ½ xícaras de feijão azuki, 1 xícara de bardana bem picada, ½ xícara de cebola picada que pode ser substituída por 4 colheres de sopa de alho ou gengibre raladas, ½ xícara de pimentão vermelho triturado, 2 colheres de sopa de semente de coentro moída, 3 colheres de sopa de óleo e 1 colher de sopa rasa de sal. Para preparar é uma barbada: Cozinhe o azuki com a bardana durante uns 20 minutos após a fervura. Caso você tenha deixado o feijão de molho, utilize a mesma água. Após, em outra panela, refogue no óleo todos os temperos até que dourem e acrescente o feijão cozido, deixando por mais uns 10 minutos, sempre mexendo com colher de pau. Feijoada Vegetariana com Feijão Azuki Sempre que ouço a expressão “unir o útil ao agradável”, lembro da feijoada vegetariana com feijão azuki! É uma verdadeira farmácia de saúde, principalmente porque utilizamos os mais nobres ingredientes. Comece com 4 xícaras de feijão azuki cozido, pode ser o da receita anterior. Após, separe os seguintes ingredientes: 2 xícaras de água, 2 xícaras de abóbora Cabotia picada, 1 xícara de inhame picado, 1/2 xícara de cenoura picada, ½ xícara de couve flor picada, 2 folhas de louro, ½ xícara de tofu picado, ½ pimentão picado, 1 xícara de proteína de soja graúda hidratada e escorrida, 10 centímetros de alga marinha kombu, cortada em fatias finas, 2 colheres de sopa rasas de sal marinho, 1 colher de sopa de óleo de oliva. Refogue todos os ingredientes em uma panela separada por 15 ou 20 minutos. Após, misture-os muito bem com o feijão azuki, deixando cozinhar por mais uns 10 minutos e estará pronta uma obra de arte que agradará a todos os gostos. Para quem não tem restrições, existe a opção de 6 aplicar colheres de queijo provolone ao produto final. Principais Fontes: http://www.azeite. com.br/content. php?recid= 84 http://portal. mec.gov.br/ index.php? option=com_ content&task=view&id=10222 http://www.centrove getariano. org/Cat-35- Cereais.html http://www.e- macrobiotica. com/artigos/ inc/inc_remcasei ros.htm

Nenhum comentário: